Band Amazonas exclui Chico Preto de debate

Na tarde desta quarta-feira (30), a Band Amazonas divulgou release com os nomes que participarão amanhã, quinta-feira (1º), do primeiro debate entre os candidatos à Prefeitura de Manaus.

A lista dos participantes divulgada pela assessoria da emissora conta com os nomes dos candidatos: Alfredo Nascimento (PL), Amazonino Mendes (Podemos), Capitão Alberto Neto (Republicanos), Coronel Menezes (Patriota), David Almeida (Avante), José Ricardo (PT), Marcelo Amil (PCdoB), Romero Reis (Novo) e Ricardo Nicolau (PSD).

Porém, a emissora decidiu excluir os nomes dos candidatos Chico Preto (DC) e Gilberto Vasconcelos (PSTU) sem comunicar os candidatos ou a direção dos partidos.

Compromisso em ATA

Em um documento intitulado como ATA REUNIÃO, e assinado pelo Editor-Chefe do Departamento de Jornalismo, Neto Cavalcante e pelo Diretor Geral, Diego Trajano, ficou acertado que todos os candidatos teriam espaço em sua grade de jornalismo para falar de suas propostas.

Em uma parte do texto está escrito assim: “A direção geral e a chefia de Jornalismo da TV Band Amazonas e representantes dos partidos políticos, de comum acordo definiram as normas a serem seguidas durante a cobertura das eleições”.

Em uma das normas, a emissora se comprometia em oferecer no mês de outubro um espaço de 10 minutos no programa Amazonas Urgente, que vai ao ar a partir das 11h40.

No documento, a Band pede ainda que se, em caso algum candidato não puder comparecer, este deverá comunicar (justificar) 24 horas antes do programa. O mesmo não aconteceu por parte da emissora.

Critérios e a palavra dada

É sabido que as empresas são obrigadas a convidar os concorrentes com representação de pelo menos cinco parlamentares no Congresso para debates na televisão, rádio e internet. Os candidatos que não atingem este patamar podem ou não ser convidados pelos veículos.

Um segundo critério muito adotado no Brasil é a definição de uma certa posição nas pesquisas eleitorais para fazer o convite.

Compromisso descumprido

Para Chico Preto, a Band “no alto de seus interesses, achou por bem rasgar o compromisso firmado com os candidatos”. Agindo assim, a emissora tira o direito do povo manauara ouvir as propostas de todos os candidatos.

2º Turno

A exemplo do hoje deputado estadual Serafim Corrêa que em 2004 aparecia atrás nas pesquisas e acabou vencendo Amazonino Mendes, que liderava o pleito. Se Chico Preto chegar ao 2º Turno, será cômico ver a emissora constrangida, ser forçada a convidá-lo para o debate.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *