Segeam doa 270 frascos de vidro a Maternidade Ana Braga

A Associação Segeam (Sustentabilidade, Empreendedorismo e Gestão em Saúde do Amazonas) doou, na última sexta-feira, 28, à Maternidade Ana Braga, da SES-AM (Secretaria Estadual de Saúde), cerca de 270 frascos de vidro para o armazenamento de leite materno destinado a bebês acolhidos na rede pública de obstetrícia, em especial, aos prematuros.

A coleta dos itens ocorreu a partir de uma campanha interna da Associação, alusiva ao ‘Agosto Dourado’, que reuniu enfermeiros e colaboradores, explicou a enfermeira obstetra da Segeam, Anne Caroline Farias dos Santos. O movimento Agosto Dourado busca chamar a atenção para a importância do aleitamento materno e seus benefícios, tanto aos bebês, quando às mães.

Anne explica que a iniciativa levou em consideração a redução de 5% no número de doadoras de leite humano no Brasil, nos quatro primeiros meses deste ano, no comparativo com 2019. Por isso, um dos propósitos da campanha de doação de potes foi estimular a doação de leite materno, que amargou redução durante a pandemia do novo coronavírus.

“A Campanha para arrecadação de frascos de vidro com tampa plástica foi um movimento que a Segeam realizou com os seus colaboradores e a sociedade em geral, para dar apoio ao Banco de Leite Humano da Maternidade Ana Braga, que atende, principalmente, ao público da zona Leste de Manaus, a segunda mais populosa da cidade. O frasco de vidro com tampa de plástico é a única embalagem adequada ao armazenamento de leite humano e algumas unidades têm dificuldade em adquirir esse tipo de produto”, explicou.

De acordo com ela, o leite humano só pode ser acondicionado em recipientes de vidro, que são biologicamente inativos, o que evita contaminações e conserva os nutrientes e o sabor dos alimentos. No caso do leite materno, esses detalhes são de extrema importância.

Anne explica que todo leite doado nos potes de vidro, vai para o Banco de Leite e passa por um processo de pasteurização antes de chegar aos bebês prematuros ou internados para tratamento intensivo neonatal.

Depois de coletado, o leite pode ser armazenado no congelador até por 15 dias antes de ser pasteurizado. Já no processo de pasteurização, o leite é aquecido a 62,5º C por 30 minutos. Os recipientes de plástico não suportam este aquecimento, por isso, a necessidade do vidro.

“Toda mulher que esteja amamentado é uma potencial doadora de leite humano. Um pote de 300 ml pode alimentar até 10 bebês. Se você é mãe ou conhece alguém que está amamentando, contribua com essa causa tão nobre”, reforçou a enfermeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *