Falta de iluminação na Ponte sobre o Rio Negro e transporte público de Iranduba são denunciados na Aleam

A precariedade da gestão pública do município de Iranduba (39 km distante de Manaus) foi alvo de denúncias na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) em Sessão online, na manhã desta terça-feira (21), pelo deputado Álvaro Campelo (Progressistas).

“O sentimento do povo de Iranduba é de revolta diante de todo quadro de abandono em que se encontra o município, com vários problemas de infraestrutura, de segurança e com um sério problema da falta de iluminação. Eu mesmo tive uma enorme dificuldade para chegar até a sede na última sexta-feira (17)”, afirmou.

Segundo Álvaro Campelo, quem sai de Manaus e passa pela Ponte sobre o Rio Negro, já se impacta com isso. “A ponte, totalmente às escuras, representa um perigo diário, tanto para motoristas, quanto para pedestres, que fazem aquele trajeto, ou para quem pratica exercícios físicos no local. E isso, é claro, que não é uma responsabilidade apenas da Prefeitura, é um dever também do Governo do Estado do Amazonas resolver”, disse Campelo.

Outra denúncia feita pelo deputado são os desafios enfrentados por idosos e pessoas com deficiência (PCD). “Os Estatutos do Idoso e da Pessoa com Deficiência não estão sendo cumpridos. A empresa de ônibus, segundo a denunciante, distribui diariamente apenas duas fichas, que dão direito à gratuidade: uma para idoso e outra, para pessoa com deficiência, e quem não pega, que se vire. Isso é de cortar o coração, por saber que essas pessoas estão tendo que enfrentar sol e chuva para poderem chegar aos seus destinos, de forma injusta e ilegal”,

O parlamentar finalizou cobrando da Prefeitura e do Governo do Estado providências para o cumprimento do Estatuto do Idoso e da Pessoa com Deficiência, no transporte público, e a resolução da falta de iluminação na Ponte e na entrada de Iranduba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *