Com três meses de salários atrasados dos funcionários, Bruno Ramalho diz que gestão de Carauari é exemplo

O prefeito de Carauari ( a 702 quilômetros de Manaus), Bruno Ramalho (MDB), esnobou seus colegas prefeitos amazonenses em uma entrevista a Rádio local, neste domingo (19/7).

Desprovido de qualquer respeito com os demais gestores municipais, Bruno Ramalho crava que 45 prefeitos serão derrotados nas eleições de novembro e que somente 15 serão reeleitos, e que ele se inclui no grupo dos que sairão vitoriosos. O interior do Amazonas tem 61 municípios. 

“Tem 45 prefeitos que não se reelegem e graças a Deus Carauari está entre os 15 prefeitos com chance. Então isso aí, é resultado de um trabalho que o povo está vendo como responsabilidade”, afirmou Ramalho, sem mostrar nenhuma pesquisa registrada para fundamentar sua declaração. 

O Portal DeAMAZÔNIA entrou em contato com presidente da Associação Amazonense de Municípios, Luiz Antônio Cruz, para comentar a declaração do prefeito de Carauari, mas até o momento não obteve retorno.

Tem sido recorrente nas entrevistas a Rádio Karababa de Carauari, o prefeito fazer promoção pessoal de sua gestão, o que caracteriza campanha antecipada.

Ao se referir a sua gestão responsável, o prefeito não fala o motivo de constantes atrasos no pagamento de salários dos servidores municipais. É o caso dos funcionários temporários que estão há três meses sem receber.

Sobre a covid-19 Carauari tem 731 casos confirmados e 7 mortes.  

Fonte: Portal De Amazônia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *