Emenda de David Almeida reforça programa do Idoso de Parintins com micro-ônibus

O Programa do Idoso de Parintins começa a contar com um micro-ônibus para ajudar nos deslocamentos dos seus mais de 1.200 idosos assistidos pela prefeitura do município. O veículo, da fabricante Volare, que custou R$ 320 mil, sendo R$ 300 mil da emenda parlamentar de autoria do ex-deputado David Almeida (Avante) aprovada pela Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) em 2018, e R$ 20 mil da Prefeitura de Parintins.

Ex-presidente da Aleam, David Almeida disse que o objetivo da emenda parlamentar foi atender demanda do município de Parintins que buscava dar mais qualidade aos trabalhos de assistência aos idosos parintinenses. “Parintins já tem um belo de um programa de apoio aos idosos. Pensamos que um micro-ônibus poderia dar ainda mais dignidade a essas pessoas, que já dedicaram grande parte de suas vidas ao Estado, à família e à sociedade”, disse.

Segundo o prefeito de Parintins, Bi Garcia, o micro-ônibus vai ficar sob a responsabilidade da Secretaria Municipal de Assistência Social e atenderá com prioridade os idosos, mas será multiuso, dando assistência aos mais diversos segmentos da prefeitura. “Ele vai servir ao programa de assistência ao idoso parintinense, entre outros programas sociais e ainda da área da cultura, esporte e lazer”, disse.

Para Bi Garcia, emendas parlamentares como essa de autoria de David Almeida são muito importantes para fortalecer os projetos das prefeituras. “Como prefeito, eu quero agradecer essa emenda importante para a cidade de Parintins. É mais uma emenda parlamentar que chega ao seu objetivo de atender, principalmente, os programas sociais, e quero agradecer ao deputado David Almeida, pela sensibilidade e compreensão que ele tem, principalmente com os idosos do Estado do Amazonas, em especial, os de Parintins”, salientou o preito.

Pelo Programa do Idoso de Parintins, o micro-ônibus vai atender 15 núcleos, sendo nove na sede do município, três nas estradas Macurani, Aninga e Paranena, além das comunidades Vila Amazônia, Mocambo e Caburi. “Os serviços com o micro-ônibus começam a funcionar, em sua plenitude, somente depois da pandemia, ainda mais em se tratando de idosos que são do grupo de risco”, explicou Bi Garcia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *