Morte de manauara no Estado da Paraíba envolta em mistério: “Família suspeita de assassinato motivado por herança”

Um caso muito suspeito, que por enquanto está restrito aos bastidores da Justiça e da Polícia de João Pessoa, na Paraíba, vem mobilizando uma tradicional família de Manaus. Trata-se da morte de Delman de Carvalho Perez.

Ele faleceu no último dia do ano passado na cidade nordestina, aonde estava morando com a companheira. Inicialmente foi comunicado às autoridades locais que ele sofreu um mal súbito, mas seus familiares interviram e registraram queixa, pedindo a apuração policial.

A família suspeita que Perez tenha sido assassinado. Por isso impediu que o corpo dele fosse cremado e providenciou sua remoção a Manaus, aonde foi sepultado, no cemitério São João Baptista. A desconfiança se deve à herança. Também estão sendo investigados os gastos que fez nos últimos meses antes de morrer, considerados excessivos.

“A obrigação de descobrir a verdade tem que ser desempenhada pelo poder público, para elucidar qualquer indício de um eventual crime de homicídio violento e, finalmente, levar alento à família de Delman que está sofrendo sem a resposta do Estado desde a fatidica madrugada do dia 31 de dezembro de 2019”, diz um representante da família, que pediu anonimato, em função do cuidado com que estão tratando a situação.

A família de Perez pediu ao Ministério Público da Paraíba e polícia local que apurassem o caso com celeridade, mas temem que, pela distância, as investigações acabem sendo prejudicadas, por isso estão pedindo apoio da mídia manauara, para manter o foco nessa apuração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *