Elias Emanuel quer tribuna popular para discutir transporte sustentável na cidade

O relator do Plano Diretor e Mobilidade Urbana de Manaus (Planmob), vereador Elias Emanuel (PSD), destacou a bicicleta como modelo de transporte sustentável para o futuro, e pediu maior atenção na criação de mais ciclovias e ciclofaixas como alternativas para o modal e, consequentemente, desafogar o transito e melhorar a questão ambiental da cidade de Manaus. O parlamentar disse que vai solicitar uma tribuna popular para discutir o tema na Câmara Municipal de Manaus (CMM).

“Para aprofundar o assunto, irei solicitar uma Tribuna Popular na tentativa de levar ao prefeito de Manaus Arthur Virgílio Neto (PSDB), uma indicação para a construção de quatro ciclofaixas que interliguem as zonas Norte e Leste, e uma ciclovia na avenida José Lindoso, também conhecida como avenida das Torres”, disse o tucano.

O parlamentar tem buscado alternativas para melhorar e desafogar o trânsito. Após participar do Fórum de Bikes, promovido pela Fundação Amazonas Sustentável (FAS), o vereador retomou a agenda do ciclismo e, junto às organizações relacionadas, tem buscado colocar em prática o que foi aprovado no Planmob válido até 2025, considerando que o futuro de Manaus é sustentável, principalmente, por estar no coração da Amazônia e medidas que preservem e se autossustentem precisam ser tomadas.

O vereador ressaltou que, aproximadamente 80 mil manauenses utilizam a bicicleta como transporte alternativo para as atividades de rotina ou lazer, mas 4% da população se sentem inseguros por não ter sequer uma ciclofaixa.

Os países de primeiro mundo como Inglaterra, França e Portugal tem investido milhões no setor de bicicletas por considerar o melhor transporte para esse momento de pandemia que todos estão passando e, Manaus, no seu Polo Industrial, abriga as quatro maiores empresas de produção de bicicletas do planeta e, para Elias, isso pode ser o ponto de partida para a sustentabilidade do modal.

“A abertura virtual da loja da Caloi para Manaus e a alta demanda desde o primeiro dia de vendas, só comprova que o manauara quer, sim, uma alternativa para o transporte, mas precisa de condições para utilizar. A bicicleta é sustentável, saudável e possui baixo custo. Que pessoa não quer economizar? Mas é preciso dar condições para que esse modal funcione de forma segura para quem está na direção do modal”, pontuou Elias Emanuel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *