Governo do Amazonas beneficia 260 famílias e injeta R$ 156 mil na economia de Codajás com o ‘Apoio Cidadão’

Como forma de diminuição dos impactos sociais e econômicos da pandemia da Covid-19 junto à população em situação de extrema pobreza, 260 famílias do município de Codajás (a 240 quilômetros de Manaus) estão sendo beneficiadas  pelo programa “Apoio Cidadão”, criado pelo Governo do Amazonas e gerenciado pela Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas). No total, o governador Wilson Lima está injetando R$ 156 mil em Codajás, valor que vai incrementar os pequenos negócios no município localizado na região do Médio Solimões.

Cada um dos beneficiários do programa, selecionados a partir do Cadastro Único do Governo Federal, tem o direito a receber três parcelas de R$ 200 (abril, maio e junho), totalizando R$ 600 em três meses, para aquisição de itens da cesta básica e material de higiene e limpeza. O objetivo do “Apoio Cidadão” é garantir segurança alimentar e prevenir a disseminação da Covid-19, especialmente na população mais vulnerável.

Ação presencial – Nesta terça-feira (23/06), a secretária titular da Seas, Maricília Costa, esteve em Codajás representando o governador Wilson Lima numa ação presencial do programa “Apoio Cidadão”, que teve ainda a distribuição de 200 máscaras de tecido doadas pelo Itaú Unibanco, empresa participante do projeto “Todos pela Saúde”.

A gestora da pasta da Assistência Social explicou que a pandemia trouxe uma série de prejuízos às famílias que já se encontravam em situação de vulnerabilidade, mas que a iniciativa do governador em criar o auxílio emergencial reduziu os impactos negativos causados pela Covid-19. Ela acrescentou que o município também recebeu este mês o repasse de R$ 69.405,24 do cofinanciamento estadual da assistência social.

“Trouxemos 210 cartões, mas aqui foram contempladas 260 famílias. Na economia estamos movimentando R$ 156 mil, o que é de grande valia para nós. O governador Wilson Lima também liberou o cofinanciamento, que vai beneficiar essa população que está aqui no momento passando por essa pandemia. Esse é o nosso trabalho. Trabalhando sério a gente muda o Amazonas”, acentuou a secretária Maricília Costa.

‘Merenda em Casa’ – A atividade em Codajás foi realizada na quadra da Escola Estadual Professor Luiz Gonzaga de Souza Filho. Paralelamente à ação presencial do “Apoio Cidadão”, a Secretaria de Estado de Educação e Desporto assinalou o repasse  aos estudantes do município de mais de 4 mil kits de alimentação do programa “Merenda em Casa”. Uma medida que, segundo a secretária executiva do Interior da Seduc, Ana Maria Freitas, vai impactar não só a comunidade escolar, mas suas famílias também. A secretária destacou que o momento é de unir forças para reduzir os danos provocados pela pandemia da Covid-19.

“Nós estamos todos unidos: Seduc, Seas e Sejusc. Estamos dando as mãos para ajudar essas famílias carentes no interior do estado como determinou o nosso governador Wilson Lima”, disse Ana Maria.

O presidente da Companhia de Saneamento do Amazonas (Cosama), Armando do Valle, também esteve na solenidade representando o governador Wilson Lima.

Parceria fortalecida – A secretária municipal de Assistência Social de Codajás, Helcy Bastos, enalteceu a ida dos representantes do Governo do Estado e o reforço na área da assistência social e da economia do município.

“Foi até uma surpresa esse benefício para o nosso município, como para todos os municípios do estado do Amazonas. Somos gratos a Deus por essa iniciativa do Governo e, com certeza, ela será bem-vinda nesse momento dessa pandemia e vai dar um bem-estar para essas famílias que mais necessitam”, afirmou a secretária Helcy Bastos.

Alcance social – Com 63 anos e sem aposentadoria, a dona de casa Maria Celeste Marques Carvalho é uma das 260 pessoas beneficiadas pelo programa “Apoio Cidadão” em Codajás. Ela é costureira, mas precisou parar as máquinas de costura e a produção em virtude da pandemia provocada pela Covid-19. No grupo de risco, ela respeitou o isolamento social, e agora o benefício vai diminuir o impacto econômico em sua família.

“Esse benefício é muito importante para todo mundo, porque muita gente como eu passou necessidade, porque não tinha como eu me virar para comprar o necessário. Eu já passei dificuldade, mas esse cartão do governo foi muito bom, foi muito preciso, na hora certa, não só para mim, mas para todo mundo que foi beneficiado”, disse dona Maria Celeste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *