Em live, David Almeida critica a falta de planos do governo e prefeitura de Manaus para a juventude

O pré-candidato à prefeitura de Manaus, David Almeida, realizou uma live em suas redes sociais, na noite desta segunda-feira, 15 de junho, onde criticou a extinção das secretarias de Juventude, Esporte e Lazer tanto do Estado quanto da prefeitura de Manaus. De acordo com ele, a falta de planos para os jovens, os deixa mais vulneráveis à cooptação pelos membros do crime em todo o Amazonas.

“Com a extinção das duas secretarias, fica claro que tanto o governo do Amazonas, quanto a prefeitura de Manaus não possuem planos para a juventude. Com isso, ao invés de termos jovens envolvidos com o esporte, temos eles cooptados pelo mundo do crime”, afirmou ele, que é ex-presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam).

Em seu artigo, publicado também nesta segunda, David disse que o esporte deve ser tratado como uma das grandes ferramentas da sociedade na mudança de comportamento e uma das melhores formas de medicina preventiva. Com políticas públicas de esporte, podemos tirar milhares de pessoas do sedentarismo, fazendo com que elas se tornem praticantes de modalidades desportivas, mesmo que de caminhadas.

“Com uma pasta de esporte, Manaus poderia ter um programa comunitário, com professores e educadores desportivos para desenvolver programações em todos os bairros da cidade, com dança zumba, entre outras atividades físicas. Exercícios que trabalhem o movimento pela saúde das pessoas. Um trabalho acompanhado da pasta de Saúde, com campanhas de orientação e de conscientização, por exemplo, sobre a diabete e o controle da hipertensão”, explicou.

David foi categórico ao afirmar que governo e prefeitura devem recriar as pastas voltadas para o esporte, medidas que podem, além de abrir a oportunidade para captação de recursos federais para a realização de eventos esportivos e fomento à diversas atividades, ainda podem movimentar a economia.

“Vamos usar como exemplo a Maratona de Manaus, que com 5 ou 6 mil competidores vindos de fora do Amazonas pode ocupar hotéis, movimentar o setor de restaurantes. Esse tipo de investimento pode transformar o esporte como fomentador do turismo na região. Isso sem falar nos investimentos nos grandes potenciais que temos nos nossos atletas amazonenses”, completou.

Almeida abriu o debate sobre o tema e pediu aos internautas sugestões para que ele, junto da população, possa construir um plano de governo focado na valorização do esporte na capital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *