Codese intensifica campanha e “Manaus Mais Humana” já atendeu 15 bairros

O Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico de Manaus (Codese Manaus) e o Comitê Cidadão têm atuado intensamente para auxiliar pessoas que perderam o emprego ou tiveram a renda de suas famílias reduzidas em decorrência do novo coranavírus, Covid19. As entregas de alimentos e produtos de limpeza, obtidos por meio da campanha ‘Manaus Mais Humana’, já chegaram a 15 bairros da capital.

“A campanha é fruto da inquietação do CODESE e do Comitê Cidadão de operacionalizar a solidariedade de forma que as contribuições de empresas e de pessoas anônimas chegassem a camada da sociedade mais afetada pelo lado econômico nesta pandemia. Quem tem fome não pode esperar tranquilamente em casa o risco de contaminação diminuir. Temos recebidos muitos pedidos de ajuda. Os donativos estão sendo direcionados às entidades que efetivaram cadastro prévio”, explicou Romero Reis, presidente do CODESE Manaus.

A distribuição de donativos já beneficiou instituições de diversas zonas da capital. A maioria é de cunho religioso, que assumiu o compromisso de direcionar os produtos não perecíveis para a população que reside nas suas imediações, independente do credo que professam. “Além dos membros que congregam na área 285 do IEADAM (Igreja Evangélica Assembleia de Deus no Amazonas), iremos entregar estas cestas para indígenas que moram numa comunidade aqui perto do templo. São pessoas que visitamos e conferimos que não dispõem de qualquer ajuda para sobreviver enquanto estão impedidas de vender seus artesanatos”, explicou o pastor Edivado Silva.

Na comunidade agrícola Val Paraíso (principal centro produtor de hortaliças da capital), mesmo a venda de alimentos ter sido considerada como atividade essencial, os agricultores também amargam perdas porque o poder aquisitivo da população caiu por causa da paralisação da economia. “O Brasil, o Amazonas estão vivendo um momento crítico. Estas ações sociais para ajudar os cidadãos é o algo que deveria ser prioritário entre os que podem mais. Nós, aqui do Val Paraíso, estamos muito gratos ao Codese e Comitê Cidadão. Tudo o que vem para nós ajudar é benção e é muito bem-vindo”, celebrou o pastor Paulo Henrique Ramos de Oliveira.

Na área missionária São Pedro Apóstolo, bairro do Mutirão, o padre Thiago Santos Alves, destacou que a igreja tem procurado cuidar do espírito das pessoas por meio de orações, mas sem alimento na mesa, o corpo e o emocional padecem. “Vamos rezar por todos que nos ajudaram com estas cestas básicas que irão nutrir tantas famílias necessitadas. Vão rezar tanto pela equipe do Codese, Comitê Cidadão quanto por aqueles que contribuíram no anonimato”, agradeceu o padre.

Kit de limpeza
Inicialmente a campanha prévia a distribuição exclusiva de alimentos não perecíveis, mas os organizadores optaram por ampliar o número de produtos ofertados para fortalecer o organismo e, ao mesmo tempo, combater a proliferação da Covi19. “Incluímos nas cestas produtos de primeira necessidade alimentar assim como de limpeza porque as pessoas precisam se proteger e também proteger seus familiares. A água sanitária e o sabão, que compõem o kit, são fundamentais para limpar os ambientes e higienizar as máscaras, que se tornaram obrigatórias em Manaus”, explicou o pastor e presidente do Comitê Cidadão, Stanley Braga.

Doações
A campanha deve atingir a metade da meta de aquisição e distribuição de dez mil cestas nesta semana. Mas os organizadores continuam empenhados em colocar alimento na mesa de quem está sem recursos. Para contribuir acesse https://www.codesemanaus.org.br/portal/manaus-mais-humana.html. Neste site, o internauta encontra os critérios da campanha e as formas de doações: cartão de crédito, paypal, boleto bancário ou depósito para o Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico de Manaus, no Banco do Brasil 001, agência 3286-7, conta corrente n˚ 73.768-2.

A campanha tem como empresas apoiadoras o Big Amigão, supermercado Rodrigues, Mercantil Nova Era, RD Engenharia e TV Lar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *