Aleam encerra sessão em mais um dia tumultuado: ‘Marias do Bairro não deixam a gente falar’

As deputadas estaduais Alessandra Campêlo (MDB) e Joana Darc (PL) acusaram o deputado Wilker Barrreto (Podemos) de machista, durante a sessão virtual desta quarta-feira, 13, da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), depois de uma discussão em que Wilker as chamou de “Marias do Bairro”. O clima esquentou e Alessandra exigiu do presidente Josué Neto (PRTB) que o deputado se retratasse. Como os ânimos se exaltaram a o sinal pela internet da sessão foi interrompido e a Aleam alegou problemas técnicos e a sessão foi suspensa.

“A questão de ordem da deputada Alessandra é intempestiva, hoje, uma vez que indeferida pela mesa, ontem, está em grau de recurso. Ela entrou com recurso verbal contra atos da mesa que não tem efeito suspensivo. Presidente, estou com a palavra? Porque aqui está virando feira. Marias dos bairros não deixam a gente falar, não deixa a gente falar”, alfinetou.

A partir daí Alessandra afirmou que  o deputado Wilker Barrreto faltou com o respeito em chamar Joana Darc de Maria do Bairro e pediu para que ele retirasse a ofensa. Joana entrou na discussão e acusou a Wilker de machismo e a polêmica continuou.

“Deputado Wilker o senhor falta com respeito ao chamar a colega Joana Darc de Maria do Bairro. Crie vergonha na sua cara, respeite os colegas parlamentares. Presidente eu exijo que seja retirada dos anais a ofensa contra a deputada Joana que ele chamou de ‘Maria do Bairro’ é um absurdo e falta de respeito. Retire o que os senhor falou da deputada, como presidente da Comissão da Mulher não aceito que o senhor ofenda as deputadas. Retire a ofensa! Machista os senhor é um machista!”, enfatizou.

Material replicado do Portal o Poder
https://portalopoder.com.br/2020/05/13/aleam-encerra-sessao-em-mais-um-dia-tumultuado-marias-do-bairro-nao-deixam-a-gente-falar/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *